Atenção: as imagens contidas no blog são de domínio público e/ou retiradas do Google. Se você, por algum motivo, sentir-se ofendido ou agredido com alguma imagem ou texto postados neste blog, entre em contato e a mesma, se este for o caso, será retirada. Caso a imagem seja sua, avise-me para que eu lhe credite a autoria.CONTATO cratonoticia@gmail.com/WHATSAPP [88] 9 9788 5932

domingo, 31 de julho de 2016

Benefícios dos Ovos para o Diabetes - Dr Patrick Rocha

Convenção: Palanque cede no Ceará e políticos caem em buraco




( Foto: Vc Repórter/Whastapp ) Segundo Evandro Leitão, a estrutura era feita de um frágil pedaço de madeira já utilizado outras vezes. A convenção do Partido Republicano Brasileiro (PRB) do município de Boa Viagem, no Sertão Central, começou com um susto. Antes do anúncio oficial do candidato à prefeitura do município, o palanque cedeu, abrindo um buraco que “engoliu” pelo menos oito políticos. Felizmente, ninguém se feriu gravemente. O evento ocorreu na noite desta sexta-feira (29) num clube da cidade. Dentre os que caíram estavam o prefeito do município, Fernando Assef e o deputado estadual Evandro Leitão (PDT). Segundo ele, havia muitas pessoas no palco e ele não resistiu ao peso. “Quando estavam para iniciar as falas, ele cedeu”, contou. Com a queda, o parlamentar machucou o joelho, mas nada que preocupe. “Graças a Deus a profundidade era pequena, cerca de 1,5 metro”, afirmou. Ainda conforme o deputado, o palco do clube era feito de uma madeira frágil e cedeu com o uso. A convenção homologou as candidaturas de Adriano Silva (PRB) a prefeito e Ezaú Fragoso (PHS) a vice. Ambos também caíram quando o palanque cedeu. Depois do ocorrido, a convenção continuou normalmente, mesmo com o buraco no meio do palco. Diário do Nordeste

MPF pode banir o WhatsApp do Brasil


appp-whatsPode parecer alarmante, mas se o WhatsApp não cumprir as exigências do Ministério Público Federal, ele pode ter a presença "inadequada para o Brasil", segundo nota do próprio MP. E como pudemos notar ao longo dos últimos meses, com diversos bloqueios ao mensageiro, o panorama não parece ser muito feliz para os usuários do aplicativo. 
O Facebook, dono do WhatsApp, já teve R$ 38 milhões bloqueados por descumprimento de ordens judiciais — e o vice-presidente LATAM da rede social, Diego Dzodan, também já foi preso pelos mesmos problemas. Mas qual é a briga que existe entre órgãos legisladores e Facebook/WhatsApp ? A justiça vem pedindo constantemente para as empresas ajudarem em investigações. Nos casos, é pedido a quebra do sigilo de conversas. Ficando ao lado dos usuários, Facebook/WhatsApp negaram a ajuda específica.

Show de Wesley Safadão é marcado por vaias



Cantor se apresentou na madrugada deste sábado (30), em Roraima (Foto: Divulgação)

O cantor Wesley Safadão se apresentou na madrugada deste sábado (30) em Boa Vista, em Roraima, e contou com uma situação nada agradável. Segundo informações do ´G1´, o show foi marcado por som baixo e vaias do público.

Tudo começou após a terceira música que Safadão puxou. O som foi reduzido e os fãs logo começaram a questionar "cadê o som?", puxando em seguida diversas vaias. O músico seguiu com a apresentação, mas como as vaias persistiram, ele precisou interromper a performance para se justificar.

Segundo Wesley, o problema teria sido motivado por respeito às normas ambientais, pois, de acordo com a organização do evento, a Companhia de Policiamento Ambiental (Cipa) fez uma solicitação para que o volume fosse reduzido. Constrangido, o artista afirmou não ter ficado satisfeito com a qualidade do som.

O problema durou e algumas pessoas chegaram a jogar garrafas de água no técnico de som do cantor. Ele, então, pediu que elas parassem, já que o profissional não tinha culpa. De acordo com o ´G1´, o problema durou cerca de 15 minutos e em seguida foi normalizado.

iBahia


Acidente com motociclista em Penaforte Foi Na madrugada deste Domingo


5 coisas que a cor da sua urina diz sobre a sua saúde


Será que a cor da sua urina está lhe enviando “alertas” sobre o seu estilo de vida ou mesmo sobre uma possível doença? 

A urina das pessoas varia amplamente de cor. De manhã, ela tende a ser muito mais escura do que no final do dia.
Mas há alguns alertas na cor da sua urina que você não deve ignorar, dizem os especialistas.
A professora Clare Collins, da University of Newcastle, disse que a urina deve ter cor de palha. Se a sua urina é tão incolor quanto a água, é porque você provavelmente tomou mais líquido do que precisava.
Uma urina cor de melaço ou muito escura é um alerta de que você deve se consultar com um médico.
Embora possa ser devido à desidratação extrema, também pode ser um sinal de doenças hepáticas, como hepatite e cirrose, onde há um acúmulo de bilirrubina na urina.
Urina “marrom”
Se a sua urina está marrom escura, isso pode ser um sinal de desidratação severa ou um aviso sobre uma possível doença no fígado.
Cleveland Clinic sugere que você beba muita água e continue verificando a cor da urina para ver se ela muda.
Caso ela continue marrom, entre em contato com um médico.
Urina vermelha
Na maioria dos casos, esta coloração alarmante é apenas o efeito colateral da ingestão de alimentos como beterraba - mas pode ser algo bem pior.
É preciso apenas uma pequena quantidade de sangue para deixar a urina rosada, o que pode acontecer por conta de esportes de alto impacto, que podem causar um efeito sobre a bexiga.
Mas também pode ser um sinal de uma doença mais grave, como pedra nos rins ou até mesmo câncer.
Se o problema persistir, consulte um médico.
Urina clara
Na maior parte das vezes, não é necessário se preocupar, mas em casos raros, os fãs de esportes tomam tanta água que seus corpos não conseguem se livrar dela.
Precisamos frisar novamente que isso é muito, muito raro, mas se você estiver preocupado sobre estar tomando água demais, basta passar a tomar apenas quando estiver com sede, em vez de beber água apenas para melhorar o desempenho.
Amarelo brilhante
Muitas pessoas ficam alarmadas quando percebem que sua urina está ficando amarelo brilhante, mas isso é geralmente causado por suplementos vitamínicos, e o corpo costuma se livrar rapidamente dos nutrientes que não consegue absorver.
Em outras palavras, não se preocupe.

No Rio Grande do Norte, governador manda instalar bloqueadores de celulares e o povo paga as consequências


ataquesConfirmados 34 ataques a ônibus em 10 cidades em retaliação dos criminosos contra a instalação
A Secretaria de Segurança do Rio Grande do Norte informou que subiu para 25 número de presos por envolvimento em atos de vandalismo contra o transporte público na região metropolitana de Natal e no interior do estado. De acordo com o último balanço divulgado pelo governo do estado, em dez cidades, 34 ataques a ônibus e a prédios públicos foram registrados desde a tarde de ontem, quando as primeiras ocorrências foram registradas.
De acordo com o governo, os atos são uma retaliação de criminosos contra a instalação de bloqueadores de celulares no presídio de Parnamirim. Em entrevista coletiva, o governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, afirmou que o efetivo policial está mobilizado para coibir novos atos de vandalismo. Faria também afirmou que ainda não é necessário solicitar ao Ministério da Justiça envio de tropas da Força Nacional ao estado.
“O governo está decidido a enfrentar qualquer ato violento que acontecer no estado. Não vamos recuar na instalação dos bloqueadores celulares nos presídios e não há possibilidade de negociação com líderes de movimentos criminosos. Os policiais estão liberados a agir com autonomia e conforme a lei para prender todos os responsáveis por essas ações de vandalismo”, disse o governador.
No início da manhã de hoje, os ônibus saíram da garagem sob escolta da Polícia Militar (PM), e o serviço de transporte público foi restabelecido em Natal. Na sexta-feira, após os primeiros ataques, as empresas recolheram os veículos e deixaram os usuários sem transporte na volta para casa.
Em nota, a Secretaria de Segurança pede que população denuncie atos suspeitos, por meio do número telefônico 181. A identidade do colaborador será mantida em sigilo.”
Agência Brasil

Novas regras exigem mais tempo de trabalho para a aposentadoria


Imagem relacionadaAs linhas gerais da reforma da Previdência foram fechadas em reunião na última quinta-feira (28) entre o presidente interino, Michel Temer, e os ministros da área econômica e da Casa Civil. PUB De acordo com o jornal O Globo, o governo já definiu as novas regras da Previdência que valerão para quem tiver até 50 anos de idade. Agora, será necessário mais tempo de trabalho para se obter a aposentadoria Aqueles que tiverem 50 anos ou mais quando a reforma for promulgada terão direito a uma regra de transição, ou seja, terão de trabalhar por um período adicional para requerer o benefício pelas normais atuais. Ainda de acordo com as novas regras, mulheres e professores terão uma regra de transição especial, pela qual levarão mais tempo até que os critérios de aposentadoria se igualem aos dos demais trabalhadores. Atualmente as duas categorias podem se aposentar antes. "Estamos com um déficit crescente de forma exponencial e explosivo. Só que a receita da União não é explosiva. Logo, o déficit vai bater no limite máximo do que o orçamento suporta. Então, nós temos que puxar os efeitos dessa reforma para o mais próximo possível, sem sermos injustos, fazendo a transição" disse o ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha

Abandonar animais agora rende multa de R$ 3 mil em MG


O estado de Minas Gerais intensificou a lei de proteção aos animais e agora prevê punição imediata aos infratores, ao contrário do que acontece no Brasil inteiro. Diferentemente da lei federal de 1998, que prevê multa e detenção a quem maltratar animais apenas depois que o caso for julgado, na lei estadual, a multa é uma sanção administrativa, e pode ser aplicada imediatamente pelos agentes ambientais. A lei entrou em vigor na semana passada e considera maus tratos qualquer ato ou omissão que atente contra a saúde ou integridade física e mental do animal. A partir de agora, quem maltratar ou abandonar os bichos no Estado terá que pagar multa de até R$ 3 mil se flagrado ou denunciado pelo crime. Mesmo as ações que não causem ferimentos físicos no animal serão multadas, como abandoná-lo, por exemplo, coisa cada vez mais comum em várias cidades. Em casos de maus tratos que não gerem lesões ou a morte do animal, o infrator deverá desembolsar R$ 900,00. Se o ato provocar lesões ou ferimentos o valor sobe para R$ 1.500, e se causar a morte do animal, R$ 3 mil.

Estudante de Cabo Verde é achada morta no Eusébio


Uma estudante de Cabo Verde foi encontrada morta no Eusébio, na Região Metropolitana, na última quarta-feira (27). Vânia Fernandes, de 21 anos, morava há dois anos em Fortaleza, onde estudava e trabalhava. O corpo da moça foi achado no carro de seu namorado, um policial militar. 
Segundo as investigações, Vânia foi morta com um tiro na cabeça vindo de uma pistola ponto 40. O corpo da estudante está na sede da Perícia Forense do Ceará (Pefoce) para exames. 
Familiares de Vânia e seu namorado ainda serão ouvidos pela Polícia Civil.
CNews

Sergio Machado – Um patrimônio que cresceu 2.800% quando ele comandou a Transpetro


sergio-machadoO patrimônio declarado do ex-presidente da Petrobras Transporte S/A (Transpetro), Sergio Machado, 69, cresceu 2.834,9% em 14 anos, entre 2002 e 2016. Saltou de R$ 3.245.176,49 (valores atualizados pelo Banco Central) para R$ 92 milhões. O POVO fez um cálculo parcial (veja quadro) levando em consideração, apenas, a declaração de bens apresentada por Machado ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE) em 2002, quando o peemedebista foi candidato ao governo do Ceará. E o que ele confessou ter desviado durante os 11 anos em que esteve à frente da Transpetro. Tudo à custa de manipulação de licitações e um derrame de propina cobrado a empreiteiras beneficiadas no esquema de corrupção.
Na página 47 do documento da colaboração premiada, firmada entre Sergio Machado e o Ministério Público Federal (MPF), o delator confessa que desviou R$ 70 milhões e escondeu no HSBC da Suíça. E ainda que surrupiou, por conta de sua influência como presidente da Transpetro, “dois milhões por ano” ou R$ 22 milhões em 11 anos. Machado se comprometeu a devolver R$ 75 milhões, o que ainda lhe deixará com R$ 17 milhões.
O enriquecimento ilícito mapeado pelo O POVO refere-se à época em que Sergio Machado exercia um cargo público. Depois de disputar e perder a eleição para governador do Ceará, o peemedebista foi indicado para presidir a Transpetro na cota do senador Renan Calheiros (PMDB), hoje seu desafeto. Foi durante os governos Lula e Dilma.
Imposto de Renda
Há 14 anos, Machado apresentou ao TRE uma declaração simplificada do Imposto de Renda de pessoa física para comprovar o patrimônio. No documento não consta a mansão que lhe serve de prisão domiciliar. Imóvel localizado nas Dunas, bairro de nobre de Fortaleza.
O bem de maior valor listado pelo então senador, em 2002 (ano-base 2001), eram cotas de capital no valor de R$ 457.531,25. E que foram doadas “aos meus filhos conforme contrato particular de doação datada de 7/8/2001 e arquivado na junta comercial do Ceará”.
Sergio Machado, que delatou ao MPF ter distribuído pelo menos R$ 100 milhões de propina para mais de 20 políticos de partidos diferentes, informou ainda ao TRE que havia transferido outras cotas, no valor de R$ 293.681,80, para a esposa, uma filha e os filhos Expedito Machado da Ponte Neto, Daniel Firmeza Machado e Sergio Firmeza Machado. Os três envolvidos no escândalo da Transpetro.
Machado disse possuir terras. “50% de uma gleba de 62,7 hectares registrada no Incra no ano de 2000”, avaliada em R$ 4.473,23, localizada no município paulista de Caraguatatuba. No município litorâneo de Aquiraz, na Região Metropolitana de Fortaleza, o delator descreve, em 2002, que tinha um terreno de 450 metros quadrados no valor de R$ 1.798,88.
Fora as duas propriedades declaradas ao TRE, o ex-afilhado de Calheiros afirmou possuir um carro Taurus/Ford, modelo 1997, quatro portas, 3.0, no valor de R$ 62.269,20. Outro veículo mencionado é um Audi A3, fabricação 1998, 1.8, vendido para a filha, que valia, na época, R$ 70.221,29.
Em 2002, a declaração do Imposto de Renda do peemedebista informava à Receita Federal (e ao TRE) que Sergio Machado possuía R$ R$ 377.467,49 depositados em contas no Banco do Brasil de Brasília, na Vicatex e na Caixa Econômica do Congresso. Valor bem inferior aos R$ 70 milhões desviados para uma única contano HSBC da Suíça.
O POVO tenta em entrevistar Sergio Machado desde maio deste ano. Sua assessoria de imprensa informou que o peemedebista não se pronunciará. Segundo os assessores, “todos os termos das colaborações premiadas em curso na Operação Lava Jato, inclusive os ônus e benefícios, são propostos pelo Ministério Público e homologados pelo Judiciário. Na condição de colaborador da Justiça, Machado está cumprindo rigorosamente todas as condições impostas. Cabe ao MPF, e somente a ele, se manifestar sobre os detalhes do acordo, se assim julgar necessário. Tudo que Machado tem a dizer sobre isso se encontra nos autos”.
O que o delator e os filhos deveriam apresentar ao MPF
Nas páginas 17 e 18 do acordo de colaboração premiada, Sergio Machado e os filhos Daniel Firmeza, Sérgio Firmeza e Expedito Machado Ponte Neto se comprometeram a indicar, em maio deste ano, a“relação de seus bens” que iriam garantir a devolução do que foi desviado e qualquer familiar que tivesse se envolvido no esquema de propina.
Pelo acordo de colaboração premiada, Sergio Machado e os filhos ficaram obrigados a fornecer ao Ministério Público Federal (MPF) “extratos ou relatórios de contas controladas por ele, no Brasil ou no exterior”.
Eles também teriam de fornecer “senhas, logins, contas e outros dados necessários para acessar contas de correio eletrônico utilizadas pelo colaborador que tenham sido já identificadas pela Polícia Federal e pelo MPF, inclusive fornecendo, quando requerido, autorização para autoridades nacionais ou estrangeiras acessarem
essas contas”.
Na cláusula 14, do acordo, ficou acertado que Machado tinha de dar acesso “a todos os dados de sua movimentação financeira no exterior”. O que inclui todos “os documentos cadastrais,extratos, cartões de assinatura e dados relativos a cartões de crédito”.
O MPF exigiu ainda o detalhamento das “aplicações e identificação de depositantes e beneficiários de transações financeiras”, mesmo que as contas não estivessem em nome do delator e, sim,“no de pessoas físicas ou de jurídicas interpostas ou de estruturas patrimoniais personalizadas, tais como empresas offshore, trusts, fundações pessoais, procuradores, comissários ou agentes, ainda que informalmente constituídos, ou ainda familiares”.
O POVO – Repórter Demitri Túlio

5.779 vagas para a Segurança Pública em várias partes do país


Para quem sonha ingressar em uma carreira na área de segurança pública, essa pode ser uma boa hora para intensificar os estudos. Isso porque foram lançados cinco concursos que, juntos, preencherão 5.779 vagas em corporações de todo o País.
PM/CE
O mais visado deles é o da Polícia Militar do Ceará, cujo objetivo é selecionar 4.200 soldados que serão contratados no decorrer de três anos (2016, 2017 e 2018), sendo 1.400 em cada ano. As inscrições deverão ser realizadas até o dia 22 de agosto pelo site do Instituto AOCP (AQUI). A taxa custa R$ 100.
PM/PB
Estado vizinho, a Paraíba lançou concurso com 30 vagas para oficial da Polícia Militar. Desse total, 25 ofertas são reservadas aos homens e cinco às mulheres.O prazo de inscrição para o concurso da PM/PB segue até 8 de agosto, pelo site (AQUI). No ato do cadastro, o candidato precisará informar o número da inscrição do Enem 2016. O valor da taxa é de R$ 50.
PM/MG
O último concurso para a Polícia Militar é o do Estado de Minas Gerais, que abriu 120 oportunidades para oficiais, sendo 108 para candidatos do sexo masculino e 12 para o sexo feminino. Para concorrer, é necessário graduação em Direito; idade entre 18 e 30 anos na data da inclusão (13 de fevereiro de 2017); altura mínima de 1,60m; entre outros. As inscrições serão aceitas até 24 de agosto pelo site (AQUI). É preciso pagar taxa de R$ 173.
Bombeiros/DF
O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal lançou seis editais que somam um total de 779 vagas na corporação. Oportunidades são para as categorias de oficial e soldado. Todos os postos exigem nível superior em diversas áreas. As inscrições estão abertas até 18 de agosto no site do Idecan (AQUI). As taxas cobradas oscilam entre R$ 90 e R$ 140. A prova objetiva será aplicada em Brasília no dia 9 de outubro.
Polícia Civil/PA
Por último, a Polícia Civil do Estado do Pará (PC/PA) publicou dois editais que disponibilizam 650 vagas, sendo 33 reservadas para portadores de deficiência. Os interessados devem se inscrever até 21 de agosto pelo site da organizadora Funcab (AQUI). A taxa de inscrição custa R$ 140 (delegado) ou R$ 110 (demais oportunidades).
Com informações Diário do Nordeste

Proposta isenta avós de prisão por falta de pagamento de pensão alimentícia


A Câmara dos Deputados analisa o Projeto de Lei 554/15, que exclui os avós da pena de prisão por falta de pagamento da pensão alimentícia. Atualmente, o devedor que não paga a prestação pode ser punido com um a três meses de prisão, sendo ele o pai ou os avós do beneficiado.
A proposta, do deputado Professor Victório Galli (PSC-MT), altera o Código de Processo Civil (5.869/73).
Segundo o parlamentar, os avós têm, sim, o dever de cuidar de seus netos, mas não é justo que sejam presos por atos praticados por seus filhos. “É inaceitável que os avós paguem com seus direitos de ir e vir garantidos pela Constituição em condenações de seus filhos”, critica Galli.
Foto: Blog do Jailton da Penha

Desemprego no País atinge 11,58 milhões e é o maior já registrado pelo IBGE


O  Instituto de Brasileiro de Geografia e Estátisca - IBGE,  informou ontem que a taxa de desocupação no Brasil ficou em 11,30% no segundo trimestre, no maior patamar de desemprego já registrado pela Pnad Contínua desde o início da série, em 2012. A renda média real do trabalhador foi de R$ 1.972,00 no segundo trimestre de 2016. O resultado representa queda de 4,2% em relação ao mesmo período do ano anterior. A massa de renda real habitual paga aos ocupados somou R$ 174,6 bilhões no segundo trimestre, queda de 4,9% ante igual período do ano anterior.